Postagens

Mostrando postagens de Julho 1, 2011

Eis-me aqui Senhor

Imagem
Dizem que parar é a melhor maneira de continuar. Admitir falhas, se humilhar, reorganizar. Enfim, aceitar nossas limitações. Isto é importante, mas não muda as construções seguintes se os alicerces continuam sendo os mesmos.









Quando me dei conta, Babel já estava alta demais. Senti que era momento de abandoná-la, mas não tive coragem. Senti medo. Tive receio. Escondi o rosto e continuei. Não foi nada fácil. Sempre soube que não iria ser. Mas insisti, e isso foi o meu pior erro.







Junto com Babel, construí um nome, uma reputação. Reputação... Ela também foi o motivo que me impediu de aproximar da verdade. Afinal de contas, custou muito tempo, pessoas e dinheiro. Ver tudo isso ruindo derrepente é de fato difícil de acreditar, de aceitar.










Muitas vozes começaram a falar ao mesmo tempo ao meu ouvido. Mas não me diziam nada, apenas tagarelavam. Que confusão. Pensei até dar um fim em tudo. Já não tenho mais voz,  e as vozes que ouço não me dizem nada de bom. 



Então decidi parar. E parei. Não avance…