Salvação:Um clamor pela vida!






"E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim". Marcos 10:47

Bartimeu era cego. Não sabemos se de nascença ou se ficou cego. A questão é que de alguma forma sua deficiência era um empecilho e o impedia de viver dignamente. Desta maneira, sabendo que Jesus estava passando, pôs-se então a clamar.




Note que, por ser uma estrada de acesso importante e por passar por ali muitos viajantes, muitas pessoas como Bartimeu, deficientes ou não, se colocavam à margem da estrada para mendigar. Era véspera de páscoa, e àquela estrada era um caminho importante que dava para Jerusalém. Nessas circunstâncias, o clamor de Bartimeu nos desperta para algumas reflexões.




Primeiramente, por causa do seu conhecimento prévio acerca de Cristo. Bartimeu havia ouvido falar sobre Cristo. O centurião - Lucas 7:2,3, ouviu falar em Jesus e o procurou para que este pudesse curar seu servo. A mulher com fluxo de sangue - Marcos 5:27, 28, ouviu falar em Jesus e pela fé tocou no manto de Cristo e foi sarada. André e um outro discípulo de João - João 1:37, ouvindo João falar acerca de Jesus, passou a segui-lo. Todos aqui, depois de ouvir falar de Jesus teve uma ação diante desta informação. Quando Bartimeu ouviu que era Jesus quem estava passando logo teve uma reação. Não podendo fazer outra coisa, pôs-se então a clamar em voz alta. 







Outra questão que me chama a atenção é que Bartimeu não queria continuar naquela situação, ter aquele tipo de vida. O que me leva a pensar desta forma é o fato de que naquela estrada poderia haver outras pessoas mendigando e nas mesmas condições de Bartimeu: cegos, coxos, paralíticos, pobres. Aproveitando o ensejo da Páscoa e que ali passavam muitos viajantes, colocavam-se à beira da estrada para pedir esmolas. Dentre essas pessoas, Bartimeu foi o único que ouvimos falar que clamou em alta voz a Cristo, rogando por misericórdia. Todas as outras pessoas, perto ou longe de Bartimeu naquele momento, nada fizeram. Só Bartimeu clamou.



Mas o que surpreende é que, diante de Cristo, Bartimeu tem a oportunidade de pedir o que quisesse . Quando Cristo lhe pergunta: "Que queres que te faça"? Marcos 10:51. Bartimeu tinha a resposta na ponta da língua. Não pensou duas vezes para responder: "Mestre, que eu tenha vista" Marcos 10:51. No templo formosa, o coxo esperava que Pedro lhe desse algumas moedas, mas o que Pedro lhe disse: "Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda". Atos 3:6. Bartimeu não queria dinheiro e prazeres da vida. A cura de Bartimeu significou Salvação, liberdade, dignidade, respeito.



Quantas pessoas estão na mesma situação de Bartimeu ou até piores. Estão surdas por não querer ouvir a verdade do Evangelho, outras mudas porque conhecem o Evangelho mas não clamam, e as que estão cegas, desprezando sua real necessidade de salvação, cura e libertação, correm atrás de coisas vãs e uma vida medíocre.





Bartimeu ouviu falar de Cristo, clamou a Cristo, teve um encontro com Cristo, e o resultado da sua fé foi a sua cura, libertação e salvação. Bartimeu então passou a seguir a Cristo. Salvação é tudo isso e muito mais!

"Que queres que te faça"? Marcos 10:51.
Harry Érick

Postagens mais visitadas deste blog

Uma Luz na escuridão

"O SENHOR pelejará por vós"

Identidade Cristã