Vivendo no Temor do Senhor

Quando criança viviam me dizendo: não faça isto ou aquilo porque Deus vai castigar. Fui ficando mais crescidinho e então diziam que se eu não fosse para a igreja Deus me mandaria para o inferno. E assim fui crescendo, com medo e às vezes até com raiva das pessoas e de Deus.




Às vezes confundimos Temor do Senhor com medo de Deus ou do inferno. Assim, se a base do meu relacionamento com Deus e com o próximo é medo, logo, tudo o que eu faço é por medo e não por amor e temor a Deus. O medo envolve castigo, mas o verdadeiro amor, perdão.





Deuteronômio 11:2,7 exorta àqueles que viram e presenciaram os feitos do Senhor para que considerem Deus em todos os seus caminhos e passe adiante. João também diz que aquilo que ele ouviu, viu e participou isto ele nos conta (1 João 1:3). E isto deve fazer com que acreditemos mais em Deus, na Bíblia, no amor e na misericórdia de Deus por nós.

Temor do Senhor é Conhecer, Relacionar-se, Lembrar, Considerar Deus em todos os nossos caminhos.



Eclesiaste 11:9,10 e 12:1 nos traz algo libertador. Nele sabemos que temos direito de nos alegrarmos e ser feliz. Contudo, nos chama à responsabilidade quando diz: sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo. Assim, o Temor do Senhor é algo vivido no dia-a-dia, em nosso cotidiano. O mundo é o palco para vivermos no amor e no Temor do Senhor.


"De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem". Eclesiates 12:13
Para João:
"No amor não há medo antes o perfeito amor lança fora o medo; porque o medo envolve castigo; e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor". 1 João 4:18

Harry Érick

Postagens mais visitadas deste blog

Uma Luz na escuridão

"O SENHOR pelejará por vós"

Pessoas de Pessoas