Popularidade e Interesses

Você diz para um colega: “Você sabe aquele camarada lá? “Qual”? Diz seu colega. “Aquele que está com aquela garota linda, com aquele tênis "dáhora", naquele carro importado, dentro daquele restaurante "chik", que mora naquele condomínio fechado de luxo, cujo pai é um empresário muito rico e conceituado aqui na cidade. Ah sim, estou vendo! Pois então, ele é meu amigo!


Acredito que a pior coisa que existe na vida é uma pessoa interesseira. Está com você só para fazer uma moralzinha com a galera ou para tirar algum proveito. Ninguém merece!


Parafraseando... Um dia um jovem rico, e acredito ser também alguém muito popular, se aproximou de Jesus para acrescentar algo mais à sua vida. Este jovem chega para Jesus e diz: “O que eu faço para ser "popular" lá no céu”? Afinal de contas, já tenho tudo que preciso aqui na terra. E Jesus responde: “Deixe de ser popular para as pessoas”. Então o jovem sai triste, pois possuía muitas riquezas. Se o dinheiro e seus bens eram aquilo que ele mais amava e que o tornava popular, então ficar sem estes seria o mesmo que pedir para morrer. Mas o que é ser popular mesmo?



Dizem que uma pessoa é popular de acordo com o tanto de seguidores e amigos que possui na escola ou em sites de relacionamento. Ser popular no entanto, é ser falado, comentado, requisitado. É uma forma de obter um reconhecimento, adquirir significado e de chamar a atenção das pessoas para si. Mas para se tornarem populares, alguns investem muita grana, abusam do poder, do dinheiro e do status. Outros quebram regras sociais, pixam patrimônio, bebem até não poderem levantar.

O princípio que está por detrás destas duas historinhas é o amor. Ame as pessoas e use as coisas, pois adquirimos o mau hábito de amarmos as coisas e usarmos as pessoas. Creio que por conta de popularidade, fama e estrelismo, amamos muito mais estas por aquelas.


Muitos amam as bençãos de Deus e usam Deus. Gostam dos shows gospel, não perdem um jantar evangelístico, gostam de cantar, tocar. Mas não querem ter compromisso com Deus, com a igreja e com a obra de Cristo. Jesus foi conhecido pelas pessoas por causa da sua dedicação e do seu amor. Foram as pessoas quem popularizaram Jesus.


Não vejo mal nenhum em que as pessoas admirem outras pessoas por seu caráter, talento, beleza. Deus deu a cada um dons e talentos, não para ser popular, tirar proveito ou se engrandecer, mas para servir e glorificar a Deus. Jesus nunca desejou ser uma pessoa popular, mas foi popularizada. Cristo estava focado no amor ao Pai e em sua missão. Por várias vezes desejou não estar exposto ao público. Se pararmos para pensar, Jesus não tinha traços nenhum de alguem popular. Ele nem tinha beleza, era sofrido; homem de dores e não abriu sua boca para se defender em nehuma acusação. (Isaías 53:3,7-9). Cristo não buscou ser popular, ele amou a Deus e o mundo.


Para ser mais chegado de Deus, você precisa ser menos chegado do mundo. Para ser mais conhecido de Deus, você precisa buscar amar mais a Deus e menos o mundo.  I João 2:15,16

Mas se alguém ama a Deus, este é conhecido dele.
I Co 8:3

Harry Érick

Postagens mais visitadas deste blog

Uma Luz na escuridão

"O SENHOR pelejará por vós"

Pessoas de Pessoas