Lado avesso


E Chegavam-se a ele todos os publicanos e pecadores para o ouvir. E os fariseus e os escribas murmuravam, dizendo: Este recebe pecadores, e come com eles. Lucas 15:1,2

Quando olho para as três parábolas de  Lucas 15, observo o mestre Jesus fazendo uma análise da realidade bastante relevante para nossos dias. As duas primeiras chamam a minha atenção.
  
Cristo quer responder a fariseus e escribas o porque ele come com publicanos e pecadores. Para isto, Jesus usa de sabedoria e se apropria de símbolos dos quais fariseus e escribas iriam entender perfeitamente o que ele queria dizer. 


 E ele lhes disse: Qual dentre vós será o homem que tendo uma ovelha, se num sábado ela cair numa cova, não lançará mão dela, e a levantará? Pois, quanto mais vale um homem do que uma ovelha? Mateus 12:11-12a

Tanto a ovelha como a dracma, são objetos de valor material, comercial e monetário na época. Jesus mostra que por esses objetos somos capazes de arriscar nossas vidas procurando até encontrá-las, seja para garantir o trabalho do pastor que guarda as ovelhas, para saisfação do patrão dono da ovelha, ou até mesmo para o nosso próprio deleite, no caso da dracma. O que podemos concluir é que, ao encontrá-los, ficamos felizes e nos alegramos com nossos amigos.

Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo. Mateus 13:44

Já na parábola dos filhos, o motivo da revolta e do conflito se dá por  meio dos objetos de valores, e a ênfase está na reconciliação entre pessoas. Na parábola, os filhos mesmo não possuindo bem algum, nunca perderão o seu valor. Mas esta estima só terão  perto do pai, no pai, na casa do Pai. Fora da casa do pai, como é o caso do filho mais novo, valem por aquilo que possuem, não por aquilo que são. Então concluimos que é o filho quem tem que se arrepender e descobrir, ou redescobrir que o seu maior tesouro é o amor do pai e o estar na casa do pai. Este é um princípio que o filho mais velho não compreendeu.
Sendo assim, a resposta de Cristo aos fariseus nos diz que...

... se somos capazes de ir atrás de uma ovelha ou de uma dracma por causa de seu valor monetário, comercial ou material que seja, por que ele, o Cristo, não faria muito mais por seres humanos; por aqueles que descobriram nEle o seu real valor, dignidade e identidade? Afinal de contas, foi para isso que Cristo deixou toda a sua glória.

Publicanos e pecadores chegaram-se a Cristo porque estavam interessados em Cristo e em sua pregação, pois o mesmo não possuía riqueza alguma. De fato isto contrariou fariseus e escribas que não se ajuntavam com Cristo e muito menos com pecadores. Fariseus e escribas não viam em Cristo valor algum. Seus intereses estavam voltado mais para as riquezas, religião e status. Eram religiosos apegados à prestígios e poder. E porque não dizer, nos tempos de hoje, bons mercadores da fé.
   

Cristo já fez tudo o que podia e precisava fazer para  nos salvar, dando-nos uma identidade e dignidade. É você quem precisa descobrir ou redescobrir o quanto isso é uma verdade em sua vida. Você é quem precisa dizer o quanto o amor de Cristo e o Reino de Deus são importantes em sua vida. 


O LADO AVESSO é uma vida dedicada em fazer a vontade do Pai; ir à procura dos perdidos por causa da Missão e das pessoas, não por causa das "ovelhas e dracmas". É honrar aqueles que se arrependem e entendem que necessitam de justificação; trabalhar na reconciliação daquelas que se perdem e estar sempre pronto a dar bons motivos àqueles que acham que não necessitam de arrependimento por considerarem-se justos.


Não se entristeça se de repente você olhar ao seu redor e se sentir do LADO AVESSO, saiba que este na verdade.. é o LADO CERTO.
Harry Érick

Postagens mais visitadas deste blog

Uma Luz na escuridão

"O SENHOR pelejará por vós"

Identidade Cristã