Quem você pensa que é?

"Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?"
1 Samuel 17:26

Em um linguajar mais popular, Davi está dizendo: "Quem você pensa que é?". Esta pergunta feita por Davi acerca de Golias é muito pertinente. Ela confronta o eu de Golias procurando encontrar os motivos que o leva a agir como tal. Quem ele pensa que é e a partir de quais pressupostos Golias pensa que vai ganhar esta batalha?

Golias pode ser considerado uma figura representativa da nossa oposição a Deus, pois a sua proposta era escravidão, o mesmo que "voltar para o Egito". Davi entende que este não era um duelo qualquer, mas uma afronta ao próprio Deus. Fica a pergunta: Quem é o maior? O deus de Golias ou o Deus de Israel? Seria por causa do deus que Golias acreditava que ele se sentia poderoso, seguro e no direito de afrontar, satirizar  e lançar desafio a quem quisesse?

Para quem não tem temor a Deus, esta talvez seja a maior de suas batalhas: tentar viver sem Deus e querer provar o tempo todo que ele não existe. Em outras palavras, criar outro deus. Algo muito exaustivo e cansativo para não dar em nada. Deus venceu Golias para deixar bem claro que não há Deus maior no céu e na Terra como o Senhor. Duelo como este também foi vencido por meio de Elias no Monte Carmelo, onde Deus se mostrou maior que o deus Baal. Duelos como este são travados todas as vezes que alguém se levanta tentado provar que Deus é apenas um mito, uma invenção humana. Duelos como estes são travado e vencido todas as vezes que alguém se coloca no lugar de Deus e se acha no direito de fazer isso ou àquilo como bem entender. Deve ser por isso que Deus não divide a glória dele com ninguém.

Golias se mostra bastante confiante e até arrogante, seria por conta da sua habilidade, experiência e também por causa de seu tamanho? Não sabemos. Mas Samuel faz questão de ressaltar suas qualidades. Guerreiro desde sua mocidade, forte, experiente, habilidoso.


É verdade que isso nos transmite uma certa segurança e confiança. Trazendo para mais perto da nossa realidade, podemos pensar que por ter um bom nome, um status na sociedade, por ter cursado uma boa faculdade, por ser um intelectual e ter um currículo invejável. Porém, percebemos que as coisas não são bem assim. Não importa quantas faculdades você possui, quantos títulos você conquistou, sua aparência e nem quem seu pai é ou foi. Tudo isso se torna inútil se não estiver a serviço de Deus, cooperando para a sua vontade em favor do seu Reino.

Protegido por uma armadura, capacete e armado com uma lança enorme, sente-se invencível, uma máquina de guerra. E Golias era de fato.

Golias é o reflexo daqueles que, apoiando em suas riquezas e bens materiais, sentem-se seguros, protegidos e amparados. Lembro quando houve a primeira crise nos países europeus. Muitos empresários perderam grandes somas em dinheiro e bens. Desesperados, alguns se suicidaram, outros mataram sua família e se suicidaram posteriormente. O projetista do Titanic afirmou que nem Deus afundava o seu navio de tão seguro que era. Em sua primeira viagem veio a naufragar. A fama, o sucesso e a riqueza tem feito a cabeça de muitos jovens e mudado a vida de muitas pessoas, umas para melhor e outras para pior. E assim vemos a segurança e o ego de muitos indo por água abaixo. "Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela" Salmos 127:1

Para finalizar, note que um simples garoto de fazenda, baixinho, sem porte de lutador, sem armadura alguma, amador, armado com apenas uma lançadeira e uma pedra tirada de um riacho foi o suficiente para pôr abaixo uma máquina de guerra para glória de Deus e vergonha do adversário.



No fim das contas, temos uma decisão a ser tomada e um caminho a ser seguido: Ou nos deixamos ser levados pelo caminho de Golias ou persevera para ser um vencedor, trilhando os caminhos do Senhor, como Davi. É Deus quem traz o equilíbrio necessário entre o que somos e o que temos. Assim como Davi, Deus continua fazendo vencedores para que seu nome seja exaltado, conhecido e temido. Nós porém, continuamos insistindo em criar novos "Golias", em andar em suas pisadas. 

Mesmo que haja habilidade, competência, responsabilidade, cooperação e trabalho de equipe, de nada vale o esforço quando a motivação está errada e direção não corresponde ao alvo.
Harry Érick

Postagens mais visitadas deste blog

Uma Luz na escuridão

"O SENHOR pelejará por vós"

Pessoas de Pessoas