Fora da caixinha



Que tal hoje você decidir sair da caixinha? Comece abandonando todos aqueles sentimentos de culpa e condenação que você tem alimentado e colecionado. Pecados confessados são pecados perdoados. Perdoe-se, pois Cristo já levou suas culpas e você não tem que carregar mais esta dor. Perdoe os outros, não porque mereçam, mas porque Deus te ama. Perdoe porque Deus te perdoa, porque você merece paz e porque você também ama a Deus.  






Não se iluda com as aparências, sempre haverá julgamentos, críticas e condenações. Por isso, seja uma pessoa autêntica. Pessoas mudam a todo momento, Cristo não. Sendo assim, busque as mudanças necessária para sua vida a partir daquilo que Cristo é, pois ele "é o mesmo ontem hoje e será eternamente".



Deixe de se importar tanto com o mundo, suas tendências e "modices". Aceite o fato de que as pessoas nunca estão contente e satisfeita com nada, e que o mundo está em constantes mudanças. Sendo assim, trilhe o caminho da gratidão, dê menos atenção às rotulações das pessoas e suas imposições. Afinal de contas, se elas não conseguem ser felizes, acredite, vão ter dificuldades em ver você feliz também. Preocupe-se menos com que os outros vão pensar e dê mais valor naquilo que Deus não só pensa sobre você mas deseja para você. 

Experimente, faça esse favor a você mesmo. Tenha fé, descanse, entregue sua vida a quem já está a muito tempo lidando com pessoas e transformando vidas. Que Cristo nos fortaleça e nos ajude a fazer as mudanças que são necessárias e precisas.
Harry Érick

Postagens mais visitadas deste blog

Uma Luz na escuridão

"O SENHOR pelejará por vós"

Identidade Cristã