Companheirismo




Companheirismo. O que é mesmo ser companheiro?


Segundo dicionário informal, companheirismo é característica de quem se dispõe a caminhar junto com o amigo, namorado, marido, haja o que houver. Pagar o preço por aquele vínculo estabelecido.




Um fato que devemos considerar quando dizemos que o mundo está evoluindo é a fragmentação dos relacionamentos e a perda de princípios, valores e virtudes que nos tornam humanos. Se por um lado estamos avançando tecnologicamente, por outro estamos retrocedendo como seres humanos criados à imagem e semelhança de Deus.



A falta de companheirismo e perseverança nos relacionamentos está cada vez mais comum entre nós. Estamos acostumando a não desistir de coisas, a persistir em conseguir um trabalho melhor, a não desistir no investimento da casa própria, no carro do ano. Investimos no marketing pessoal e buscamos aperfeiçoamento para poder trabalhar mais, melhor e conseguir mais dinheiro. Mas quando falamos em pessoas, relacionamentos e caráter, parece que não temos tanta fé e persistência quanto para coisas e dinheiro. E assim estamos caminhando para a evolução, se é que podemos chamar isso de evolução. Prefiro chamar isso de desumanização, ou seja, descaracterização da imagem e semelhança de Deus em nós. Algo que vemos presente no campo político, social e também no religioso.

Sabemos que estamos trilhando um caminho egoísta e solitário quando desistimos de ser verdadeiro e de cultivar amizades verdadeiras. Estamos trilhando um caminho egoísta quando percebemos que não há mais espaço em nosso mundo para compartilhar, trocar experiências e aprendizado mútuo. Quando desistimos de ser cidadãos conscientes, responsáveis, pessoas de bem e de valor. Quando deixamos a desconfiança invadir o coração fazendo com que os relacionamentos não sejam mais duradouros. Quando fazemos com que os relacionamentos virem uma competição de quem é o melhor para dar lugar ao dinheiro, ao materialismo, à posição social ou status. Quando começamos que desistir fácil da amizade, da família, do casamento, dos filhos, das pessoas mas não abrimos mão do dinheiro e das coisas, isso é um sinal de que já estamos em estado avançado da doença.  Assim, aos poucos vamos abrindo mão de ter Deus como alguém superior para se tornar superiores a Deus. Aos poucos abandonamos as pessoas em detrimento das coisas. Deixamos de lado bons hábitos, boas conversas, e quando nos damos conta, estamos mais parecido com coisas, animais do que pessoas.

Seríamos pessoas mais felizes se pessoas fossem o motivo da nossa busca por realização e bem-estar. O motivo que levou Cristo a morrer na Cruz foram pessoas. Deus trabalha incansavelmente para salvar pessoas. Hoje nossos valores estão invertido. Pessoas são apenas um meio para conseguir coisas. Coisas e animais são mais preciosos e importantes do que pessoas. Pessoas são descartáveis, assim como nossos relacionamentos, e por que não nossa própria vida. Tanto é verdade que por motivos banais, pessoas tiram a vida de outras ou a sua própria vida.

Seja por amizade, namoro, casamento ou família, o que deve nos motivar a viver, trabalhar, adquirir bens e a desejar melhor qualidade de vida são pessoas, ou seja, o viver para o outro e não somente para si mesmo. A ordem deveria ser perseverança nos relacionamentos e depois nas coisas. Mesmo sendo solteiros, a vida não é a mesma sem pessoas ao nosso redor, ao nosso lado. Se não for para ajudar pessoas e melhorar a qualidade de vida de outras, incluindo a nossa, por que trabalhar tanto? E quem irá dar continuidade ao que já foi conquistado?

Seja em relacionamento de amizade, namoro ou casamento, um companheiro é aquele que não te abandona, principalmente nos momentos difíceis da vida. É aquele que permanece ao seu lado mesmo não concordando com suas atitudes ou decisões. É aquele que fala de seus defeitos sem esquecer-se de suas virtudes e qualidades. Alguém que te fala com franqueza e caminha contigo em honestidade. É um amigo, antes de ser seu esposo, esposa, namorado ou namorada. É alguém presente, real, não virtual. Alguém que podemos contar e confiar, compartilhar a vida, momentos felizes ou os mais difíceis da vida. 

Valorize-se! Dê valor em suas amizades, relacionamentos. Honre seu amigo, namorado, namorada, sua esposa, seu esposo. Seja companheiro e tenha uma causa nobre para viver, trabalhar e prosperar. "É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se"! Eclesiastes 4:9-10

Harry Érick

Postagens mais visitadas deste blog

Uma Luz na escuridão

"O SENHOR pelejará por vós"

Identidade Cristã