Alegra-te na tua mocidade


A juventude é a primavera da vida...

É vigor, força, vitalidade. é buscar prazer naquilo que se faz. É investir tempo e vida naquilo que traz satisfação, prazer e realizações. Força e vigor são características da juventude que nos dão condições para transpor obstáculos e realizar sonhos. Embora sejam características marcantes na juventude, por si não são capazes de resistir ao tempo. Ficamos velhos, e com a velhice, a força e o vigor aos poucos diminuem nosso poder de ação. Adquirimos muitas experiência e sabedoria, porém, já não temos mais a mesma força e vigor para realizar e fazer. 

Mesmo tão jovens, há momentos em que somos vencidos pelo cansaço. Ficamos cansados e exaustos facilmente por usarmos muito a força bruta em tarefas que exigem mais do nosso intelecto e sabedoria. A falta de experiência tem sido uma das desculpas para tanto esforço. Contudo, deixa de ser desculpas se considerarmos que há recursos disponíveis e pessoas capacitadas e experientes para contribuir e acrescentar ao nosso aprendizado.

É muita força e vigor para tão pouca Sabedoria 

Se por um lado a juventude é a primavera da vida, por outro ela também denuncia a falta de experiência e sabedoria. O encontro entre a juventude e a velhice seria uma parceria bastante interessante. Um encontro entre saberes e experiências munido de força e vigor para conquistas e realizações. Conhecimento é algo que está disponível a todos por diversos recursos: livros, mídia, internet, pessoas. 

Adquirimos inteligência à medida em que buscamos conhecimento. A troca de idéias e o relacionamento nos ajudam a amadurecer e conhecer os caminhos que já foram percorridos e a discernir entre erros, acertos e descobertas. Desperdiçamos tempo usando a força bruta quando deveríamos recorrer aos saberes, seja por experiência compartilhada por meio de relacionamentos e vivência; pelo conhecimento adquirido por meio de livros, mídias, cursos entre outros, ou pela fé, onde cremos que a sabedoria é Deus quem nos dá de acordo com a sua vontade. Considerando o que Provérbio 9:10 diz, temer a Deus é indício de sabedoria, e adquirir conhecimento é ter prudência. Logo, força e vigor usados com inteligência e sabedoria aumenta ainda mais a nossa satisfação e a alegria de viver muito em tão puco tempo. 

É tão pouco tempo para tanto desejo e vaidade

É é bem provável que grande parte da nossa juventude está sendo gasta em prazeres e vaidades. Fazemos parte de uma geração marcada pelo hedonismo, o prazer pelo prazer. Desperdiçamos tempo e vida com prazeres momentâneos e vaidades passageiras. Somos consumidos compulsivamente pelo desejo de ter, de ser, de aparecer. 

Assim como a juventude, a vaidade também não resiste ao tempo, nem tão pouco às demandas da sociedade e o desejo humano. Não há limites para o desejo humano. Já dizia Pitágoras: "O homem é mortal por seus temores e imortal por seus desejos". A juventude de hoje não conhece limites, não respeita sinais e não se preocupa com legados. É a primavera da vida, contudo se esquece que também é passageira. Na ilusão de perpetuar esta fase da vida, muitos incorrem no erro e adquirem a síndrome de Peter Pan. Logo, como em um círculo vicioso, a cada momento precisam de mais força, mais dinheiro, mais trabalho, mais vaidades, mais vigor. Seguem este caminho até que não podem mais sustentar seu vício e caem na real. É tão pouco tempo para tantos desejos e vaidades. Procedendo assim, chegará dias ou tempo em que dirão: "Não tenho prazer nenhum em viver".

É muita responsabilidade para administrar sozinho

Sei que não gostamos de prestar contas, contudo, é ainda a melhor maneira de se ter um viver moderado e responsável. Não é prestar conta do que você faz na vida, mas do que você tem feito com a vida que Deus te deu.


Mesmo que a juventude nos proporcione força e vigor, ainda assim nunca será suficiente para um ser que não se basta, que nunca está contente . No entanto, existe uma fonte de energia inesgotável da qual podemos nos alimentar. Algo que resiste ao tempo, que se renova a cada dia, que nos ajuda a vencer as adversidades da vida. A Palavra de Deus é o dínamos capaz de gerar força e promover moderação para transpor obstáculos e vencer a tentação de um viver irresponsável. A juventude tantas outras fases da vida são passageiras, porém a Palavra de Deus permanece para sempre. Com um pouco de humildade, fé e cooperação, é possível dividir os fardos e alcançar melhor qualidade de vida.

A alegra-te na tua mocidade: com sabedoria, responsabilidade temor e fé. 
Eclesiastes 11:9,10; 12:1

Harry Érick

Postagens mais visitadas deste blog

Uma Luz na escuridão

"O SENHOR pelejará por vós"

Pessoas de Pessoas