"... se eles se calarem, as próprias pedras clamarão" (Lc 19.40)

Quem é que nunca se decepcionou com instituições, seja ela religiosa, filantrópica ou governamental? Pois então, dificilmente passaremos por este mundo sem que nos decepcionemos com elas. Mas cá entre nós, não é com as estruturas que nos decepcionamos, é com as pessoas, pois são elas que corrompem as estruturas e acabam prejudicando outras pessoas por causa do seu egoísmo e ganância.


O texto de 1Reis 17:9-24 fala de uma viúva passando por necessidades. Isto se repete também em 2Reis 4:1-7. Se pararmos para pensar direitinho, isto não deveria acontecer. De acordo com a lei instituída por Moisés, órfãos, estrangeiros e viúvas não deveriam padecer necessidades (Deuteronômio 24:17). Se olharmos para o Novo Testamento, vemos nitidamente que nem a lei pode garantir coisa alguma. O que se percebe então é que por mais estruturado que seja uma sociedade, sempre haverá falhas, ou da estrutura ou das pessoas. O problema maior nem sempre são as estruturas, porém as pessoas por detrás das estruturas. Há necessidade de nos organizarmos, contudo, devemos ser realistas: nunca conseguiremos ter uma estrutura perfeita e sempre estaremos nos decepcionando com pessoas por não serem competentes ou suficientemente perfeitas. 

Em 2Reis 4:1-7 fala da viúva de um profeta passando por necessidades. Assim, vemos que a falta de justiça social é evidente até mesmo nas organizações religiosas, quando o direito dos “menores” são violados pelos “maiores”. Os dez mandamentos por exemplo foram instituídos por Deus, mas quem disse que o ser humano conseguiria seguir à risca? Muitas leis foram instituídas por Moisés para o nosso bom relacionamento, proteção e adoração a Deus, mas é verdade que sempre estamos arrumamos uma maneira de burlar as leis, ou para tirar proveito delas ou sair impune das conseqüências de nossos erros. Assim muitos falsos pregadores ou mestres, manipulam a Bíblia, a fé ou o sistema para fins próprio e egoístas.

Ainda falando dos textos de IReis 17:9-24 e IIReis 4:1-7, vemos um Deus preenchendo as lacunas e removendo os rastros de imperfeições deixadas pelo ser humano. Onde os sistemas e estruturas criadas nos abandonam, Deus nos ampara. Onde o ser humano é injusto e imperfeito, Deus se mostra justo e perfeito. Onde somos condenados e excluídos, Deus nos acolhe, perdoa, regenera e reintegra.

E para denunciar essas falhas e imperfeições humanas, Deus usou em 2Reis 4:1-7 um profeta como diferencial entre o caráter de Deus e o caráter do ser humano; a justiça de Deus e a justiça do homem. Deus é justo, misericordioso e imparcial, e para provar isto, ele multiplicou o azeite da viúva, dando a ela condições de pagar sua dívida e continuar sua vida normalmente. De viúva pobre, endividada e abandonada pelo sistema e pelas pessoas, à condição de amada e cidadã. 

Estes dois textos de Reis, apesar de serem tão antigos, retratam a realidade da nossa sociedade e da religiosidade de nossos dias, que embora bem estruturada e organizada, sempre apresentaram falhas e imperfeições. Nos faz pensar sobre a importância da nossa atuação e participação nas estruturas políticas do nosso país e também em nossas igrejas. Nos motiva a continuar clamando e perseverando em Deus, na sua Palavra, e a confiar mais na sua Justiça. Também nos exorta a respeito da nossa missão como cidadãos do céu e da Terra em clamar e a pregar a verdade como fizeram os outros profetas e também a Cristo. O clamor aqui rompe os limites da teoria e da voz, irrompendo nua atitude prática de conversão e justiça social.

Em meio a esta sociedade, está você e eu. Ou lutando para diminuir a nossa imprudência, vivendo cada vez mais o Reino de Deus em nossas vidas e contribuindo para uma sociedade cada vez mais justa e cristã; ou de mãos dadas com o pecado, contribuindo ainda mais com as injustiças sociais. Pense bem de que lado você está. Avalie também as perdas, gastos e consequências antes de querer ser um Cristão. Não queira  começar a construir uma torre sem antes ter certeza de que irá terminar. (Lucas 14:28)

Postagens mais visitadas deste blog

Uma Luz na escuridão

"O SENHOR pelejará por vós"

Identidade Cristã